Lista de filmes de maior bilheteria – wikipédia, a enciclopédia livre electricity generation definition

#####

Um filme pode gerar renda por meio de várias fontes, como nas exibições públicas nos cinemas, nas vendas de mídia para o público ou dos direitos de exibição na televisão, assim como por meio de publicidade. Entretanto, a arrecadação da bilheteria é a principal fonte de revistas ou sites especializados de cinema, como a Variety e o Box Office Mojo, para determinar o sucesso de um filme.

Tradicionalmente, filmes de guerra, musicais, dramas históricos e épicos bíblicos eram os gêneros de maior sucesso no século XX. Todavia, durante a década de 2000, as maiores bilheterias passaram a ser dominadas por franquias, geralmente adaptações de obras de fantasia, como as sagas Harry Potter e da Terra Média, sendo que outras franquias, como Pirates of the Caribbean e Transformers, também obtiveram êxito. Outro gênero que recebeu grande interesse do público no último século foram as adaptações de super-heróis, como Batman e Superman, da editora DC Comics, e os filmes baseados nos quadrinhos da Marvel, como Homem-Aranha, X-Men, e principalmente, os filmes do Universo Cinematográfico Marvel. A popularidade desse gênero tornou-se tão grande que as únicas produções ocupando as dez primeiras posições da lista que ainda não fazem parte de nenhuma franquia são Avatar e Titanic, ambos dirigidos pelo canadense James Cameron. Várias animações também conquistaram ótimos desempenhos em suas corridas teatrais, principalmente as geradas por computação gráfica, como Zootopia e Frozen, animações da Walt Disney Animation Studios; Toy Story, Finding Nemo e Up, da Pixar Animation Studios, subsidiária da The Walt Disney Company; as franquias Shrek e Madagascar, da DreamWorks Animation; e as séries Ice Age, da Blue Sky Studios, e Despicable Me, da Illumination Entertainment. A animação feita à mão de maior sucesso da história é o O Rei Leão, da Walt Disney Pictures, que arrecadou mais de US$ 980 milhões.

Com a contribuição da inflação para o rebaixamento de posição na lista de arrecadação de filmes lançados nas décadas de 60 e 70, ainda há algumas séries estabelecidas no período que lançam filmes esporadicamente, como é caso de James Bond e Star Trek, e a série Star Wars, que foi revivida no fim da década de 90, e possui o único filme não dirigido por James Cameron a superar US$ 2 bilhões ( O Despertar da Força). Alguns títulos antigos que mantiveram o recorde de maior arrecadação ainda possuem valores respeitáveis, mesmo para padrões atuais, entretanto, são incapazes de competir com os sucessos atuais. Gone with the Wind, por exemplo, foi o filme de maior sucesso durante longos vinte e cinco anos, mas não entra na lista das cem maiores bilheterias do mercado atual. Porém, ao se levar em conta o ajuste inflacionário, ainda seria o longa-metragem de maior arrecadação na história do cinema. Abaixo segue uma lista com os filmes de maior bilheteria da história em dólares.

Devido à inflação ao longo dos anos, principalmente ao aumento do valor dos ingressos nos cinemas, a tabela anterior inclui apenas filmes mais recentes; um filme que estreou em 1910, por exemplo, com os preços dos ingressos muito mais baratos naquela época, teria que vender cerca de 100 vezes mais do que um filme da década de 2000. [101 ] Há ainda o problema das mudanças nas moedas dos países, como é o caso do Brasil. Como consequência disso tudo, a lista normal só compara os filmes que foram lançados em todo o mundo mais recentemente, sendo que muitos filmes mais antigos não aparecem, e seus sucessos comerciais são ignorados. [102 ] Alguns consideram que os distribuidores escolhem não divulgar os números ajustados, já que isso poderia diminuir o sucesso dos filmes atuais. [102 ]

Nos Estados Unidos, o site Box Office Mojo, o livro Guiness Records e a revista Entertainment Weekly consideram que …E o Vento Levou ( 1939) é o filme com maior bilheteria de todos os tempos, considerando um eventual ajuste pela inflação. Mas isso não leva em conta todos os 10 relançamentos que o filme teve, o que torna a marca ainda mais impressionante.

A relação entre cada preço de ingresso e a inflação não necessariamente depende um do outro. Por exemplo, em 1970, os bilhetes custavam cerca de 1,55 dólares, o que representa 6,68 dólares atualmente. [103 ] Além disso, existem fatores econômicos, políticos e sociais que influenciam direta ou indiretamente, no número de pessoas que estão dispostas a pagar para ir ao cinema. Estes fatores podem ser determinados ao se calcular os gastos per capita de um determinado ano. Após a padronização deste cálculo com o ano para o qual você deseja avaliar, deve-se considerar todos esses fatores, como a renda, o número de telas de cinema disponíveis, o custo relativo dos ingressos, a concorrência com a televisão, os lançamentos em VHS/ DVD, e o desenvolvimento de novas tecnologias de projeção, como a doméstica ( home theater). Assim, em 1946, a renda per capita estimada para cada entrada totalizava, em média, 34 ingressos por pessoa ao ano. Em 2004, essa média foi significativamente reduzida para apenas 5 ingressos por pessoa ao ano, principalmente devido aos efeitos concorrenciais da televisão. [104 ] Maiores bilheterias mundiais ajustadas [105 ] [106 ] Posição

• ↑ O valor para Titanic é mais provável do montante ilíquido de seu lançamento de 1997 e não incorporam ganhos da reedição de 2012. De acordo com a edição 2012 de Guinness World Records, o total ajustada para Titanic a partir de 2011 era de $2,413,800,000, e um re-lançamento em 2012 acrescentou mais $343 550 770 para o total. [107 ] No entanto, a edição de 2015 colocou o total ajustada em $3,234,000,000—um aumento de apenas $102,000,000; este é um aumento de 4.2% desde 2011, um aumento compartilhada pelos outros totais ajustados no gráfico.

• ↑ Não há um número explícito para Branca de Neve na edição 2015 do Guinness, mas o filme é listado como sendo um dos dois lançados antes de 1955 que entram nos 10 mais ajustados, superando os US$1.794 bilhões de The Exorcist. Seguindo o dado de US$1.746 bilhão em 2011, o reajuste em 4,2% resulta em US$1.819 bilhão.

• ↑ A série oficial, produzida pela EON, iniciou-se distribuída pela United Artists e depois pela MGM após a mesma comprar a UA. Dois filmes não-oficiais, Casino Royale (1967) e Never Say Never Again, foram inicialmente realizados pela Columbia Pictures e Warner Bros. Pictures respectivamente, mas tiveram seus direitos comprados pela MGM.

• ↑ A trilogia O Senhor dos Anéis fora produzida pela WingNut Films e New Line Cinema, sendo distribuída pela própria New Line nos Estados Unidos e por outras companhias, incluindo a Warner Bros. Pictures, em outros territórios. A trilogia O Hobbit, além da WingNut Films e New Line, contou com o co-financiamento da MGM, enquanto a Warner Bros. ficou responsável pela distribuição teatral doméstica e internacional

• ↑ Trilogia original pela New Line Cinema. O quarto, animado, é distribuído pela Warner Bros. nos Estados Unidos e pela Weinstein Company internacionalmente. Todos, desde 2014, produzidos pela Nickelodeon Pictures e distribuídos pela Paramount.

• ↑ a b c d Nada a Perder e Os Dez Mandamentos, ambos produzidos por uma subsidiária da Igreja Universal do Reino de Deus, tiveram relatos de salas vazias com todos os ingressos vendidos, indicando uma discrepância entre o número relatado de espectadores e o público real. [111 ] [112 ]