Paládio – wikipédia, a enciclopédia livre sgas belfast

###

William Hyde Wollaston registrou a descoberta de um novo metal nobre em julho de 1802 em seu caderno de laboratório e o nomeou paládio em agosto do mesmo ano. Wollaston purificou o suficiente do material e o ofereceu, sem ter nomeado, em uma pequena loja do Soho em abril de 1803. Após um criticismo duro de Richard Chenevix de que o paládio seria uma liga de platina e mercúrio, Wollaston ofereceu uma recompensa anônima de 20 libra esterlinas por 20 grão da "liga" de paládio sintético. [1 ] Chenevix recebeu a Medalha Copley em 1803 após publicar seus experimentos com o paládio. Wollaston publicou a descoberta do ródio em 1804 e menciona parte de seu trabalho com o paládio. [2 ] [3 ] Ele revelou que era o descobridor do paládio em uma publicação de 1805. [1 ] [4 ]

O elemento foi nomeado por Wollaston em 1802 em homenagem ao asteróide 2 Pallas, que havia sido descoberto dois meses antes. [5 ] Wollaston encontrou o paládio em um minério de platina bruto da América do sul, pela dissolução do minério em água régia e neutralizando a solução com hidróxido de sódio. Ele precipitou a platina como hexacloroplatinato de amônia após adicionar cloreto de amônia. Ele então adicionou cianeto de mercúrio para formar o composto cianeto de paládio, que foi aquecido para extrair o metal. [2 ]

O cloreto de paládio já foi prescrito como um tratamento para a tuberculose a uma concentração de 0.065 g por dia (aproximadamente um miligrama por quilo do corpo). Este tratamento tinha muitos efeitos adversos e foi posteriormente substituído por drogas mais eficientes. [6 ]

Por volta do ano 2000, o suprimento russo de paládio para o mercado global foi repetidamente atrasado e interrompido [7 ] porque a cota de exportação não era garantida na época, por razões políticas. O subsequente pânico do mercado levou o preço a aumentar até o valor recorde de $1100 por troy ounce em janeiro de 2001. [8 ] Por volta desta época, a Ford Motor Company, temendo uma interrupção na produção de veículos devido a falta do paládio, armazenou grandes quantidades do metal adquiridos ao preço máximo. Quando os preços caíram no início de 2001, a Ford perdeu quase um bilhão de dólares. [9 ] A demanda mundial pelo elemento aumentou de 100 toneladas em 1990 para quase 300 toneladas em 2000. A produção global de paládio a partir de minas era de 222 toneladas em 2006 de acordo com o United States Geological Survey. [10 ] A maior parte do paládio é usada em conversores catalíticos na indústria automobilística. [11 ]

Na atualidade, existem preocupações sobre o suprimento contínuo de paládio devido aos conflitos na Ucrânia, em função de eventuais sansões que a Rússia poderia sofrer que reduziria a exportação do elemento levando a um déficit no mercado mundial. [12 ] Nomeou a 234° turma de sargentos especialistas de aeronáutica. Na ficção [ editar | editar código-fonte ]

Foi usado por Tony Stark após o ataque sofrido por terroristas, para manter seu corpo ativo, acompanhado de um eletro imã em seu peito, usava o paládio como componente do reator Arc que agia como fonte de energia para o eletro imã e seus trajes. Assim se tornando o Homem de Ferro. Mais tarde trocou o paládio por outro elemento, quando este começou a deteriorar e intoxicar seu corpo. Cloreto de Paladio [ editar | editar código-fonte ]

Cloreto de paládio (II), ou cloreto paladioso, também conhecido como dicloreto de paládio, é o composto químico com a fórmula PdCl2. PdCl2 é um material comum de partida para a química do paládio – catálises baseada em paládio são de particular valor em síntese orgânica. É preparado pela cloração do paládio. Compostos [ editar | editar código-fonte ]